Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012

Dicas para chegar perto de meu filho adolescente.

 



Ajudar os filhos em suas dificuldades é um desafio que, muitas vezes, se apresenta pesado, infrutuoso e quase impossível.

Por Felipe de Jesus Rodriguez


O filho que cresce "aparentemente" tem sua vida feita. A independência, o "deixa-me ser", é seu maior 'slogan'. Os conselhos, repreensões e indicações lhe fazem sentir como criança ou adolescente e, por isso, os rejeita como xaropes amargos.

Tem consciência de sua liberdade e, bem ou mal, sabe que pode usá-la, mesmo desconhecendo seu verdadeiro sentido. Sente-se jovem e acha que pode agarrar o mundo com um aperto de mãos. Este mundo armazena sua sede infinita de felicidade e é o que lhe causa os piores desempenhos.

Talvez um abismo gigantesco interfira nas relações com os filhos. Os problemas e as dificuldades que atravessam em suas vidas pessoais parecem inesequíveis para os pais. Os conselhos e a proximidade que eles querem ter, não chegam até perto de seus filhos com o impacto esperado.

Algumas vezes, a ponte de comunicação natural e simples dos primeiros anos da infância e da adolescencia, se debilita e é difícil cruzá-la. Outras, tristemente, o gigante invisível da juventude já  arrancou com um vigor impulsivo e irreflexivo, destruindo qualquer esforço de acercamento dos problemas que têm.

O que fazer?

A resposta não é nada simples porque os filhos tampouco estão numa etapa fácil. Às vezes o erro dos pais, o desespero, a impaciência ou a forma brusca e autoritária no atuar (por exemplo: expulsá-los de casa).

Um bom meio é a comunicação entre os pais. Entre os dois  poderá ajudar melhor a conhecer seus filhos. Também ajuda tratar "meter-se em seus sapatos". É tentar sentir o que sentem, pensar nas contrariedades que lhes cercam ou que podem estar passando (estão ainda amadurecendo e necessitam compreensão!).

Uma postura rígida, por xemplo, pode transformar-se numa atitude afável, amigável, paternal: Uma gota de compreensão atrai mais os filhos que um barril de repreensões.

Outra solução é ser hábil na arte de escutar os filhos, interessar-se por eles; sair das "bolhas" rotineiras e dar-lhes o tempo e a atenção que merecem. Ajuda muito perguntar-lhes sua opinião, pedir-lhes conselho, fazer-lhes ver que seu ponto de vista conta muito. mesmo que não o sejam, necessitam ser tratados como adultos.

É melhor dar espaço à sua iniciativa pessoal e às suas propostas, que "crivá-los" com órdens e proibições que podem resolver com um acordo mútuo e construtivo. E nesses diálogos, convém valorizar suas decisões para que se façam responsáveis de seus atos.

Há momentos que quem sabe já se tentou muito e os problemas dos filhos parecem insuperáveis. Pensemos, por exemplo, naqueles que estão submersos na droga ou no álcool. Por desgraça, a solução se escorre das mãos como água (e isso é o mais difícil!).

Desde a perspectiva humana tudo parece impossível. Nesses momentos o melhor é pedir ajuda. Buscar um perito na matéria, também, pedir ajuda ao pedagogo mais veterano, ao especialista do "impossível": Deus.

A oração dirigida a Deus orienta os sofrimentos, preocupações, desejos, esforços humanos e sobre-humanos para o bem dos filhos. Com ela, se edifica uma ponte invisível aos olhos humanos, uma ponte que chega até o mais profundo de seus corações, pois está construído com os ladrilhos da fé e da esperança.

Quando humanamente se faz o que está nas próprias mãos e deixa os filhos nas mãos experimentadas e sábias de Deus, o desafio se apressa, o fruto começa amadurecer e o que parecia impossível se faz real porque para Deus não há nada impossível.

Fonte: www.aciprensa.com

publicado por emtudoavontadedeus às 22:02
link do post | comentar | favorito

. logotipo sapo

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Himno de La Liturgia de l...

. O menino que conseguiu fa...

. Ou se está com Jesus, ou ...

. Há homens que dizem: se D...

. «Poderemos ficar no céu, ...

. Advertência da incompatib...

. A parte mais bonita, a pa...

. "A imensidade de Deus é a...

. Médico ao remover seus ov...

. A MELHOR CANÇÃO PARA DEUS...

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

. logotipo sapo