Domingo, 12 de Fevereiro de 2012

Preservativo é "arma de distração" do problema da AIDS

 


Mons. Braulio Rodriguez (foto Ical)

 

TOLEDO, 11 Fevereiro. 12 / 04:52 pm (ACI/Europa Press).- O Arcebispo de Toledo e Primado da Espanha, Mons. Braulio Rodriguez, assegurou que uma das causas da AIDS ou de sua grande difusão na África é o "grande negócio" das grandes empresas farmacêuticas, "que não baixam o preço de seus medicamentos e impedem a cura ou previne o risco de morte para tantos enfermos".

Bispo Rodriguez fez estas considerações em seu artigo semanal publicado na revista diocesana 'Pai Nosso' e colecionado pelo Europa Press por ocasião da 53° Campanha das Mãos Unidas, que este domingo começa com o lema "Saúde, direito de todos. Ela funciona!".

"Nós estávamos acostumados a crer que se há ainda tanta AIDS na África, talvez a culpa seja da Igreja, que não permite o uso dos preservativos", algo que, segundo o Arcebispo, "é certamente um simplismo, um tema de uso dos países ocidentais como Espanha".

"Por acaso na Espanha não é tremendamente fácil ter acesso aos preservativos e não desapareceu a AIDS?", perguntou o Arcebispo, que salientou que ouviu alguém dizer que "o preservativo se converteu na África em uma arma de distração do problema da AIDS".

Nesse assunto, advertiu que 30% das instituições no mundo que se dedicam a lutar contra a AIDS pertencem, de fato, a Igreja Católica, com "fantásticos" programas para combater a enfermidade.

Voluntários de mãos unidas

Segundo disseram os voluntários de Mãos Unidas que não entram nessas "discussões", mas que se "lançam à ação" e se "esforçam" para, além da coleta –"que é de obrigado cumprimento para todas as paróquias e templos da Diocese"–, inventar toda classe de maneiras para conseguir recursos que permitam financiar projetos concretos.

Também destacou o trabalho de Mãos Unidas e, em relação com os objetivos desta nova campanha, apontou que esta instituição da Igreja "se preocupa em saber e denunciar as causas pelas quais adoecem e morrem as pessoas" que contraem enfermidades como a AIDS, hepatite C, o paludismo (malária, dengue) e a tuberculose.

"É bom pedir a responsabilidade de todos nós em sua erradicação", falou.

Dito isto, afirmou que "a saúde dos seres humanos não se pode converter em um negócio multimilionário" e salientou que "os avanços na investigação de vacinas e fármacos tem de por-se ao serviço do direito de saúde dos mais pobres".

O Arcebispo acha necessário difundir uma informação básica sobre a AIDS que faça desaparecer "temas e ignorâncias" e informar como luta a Igreja Católica contra estas enfermidades.

Opinião: "Nestes tempos de Carnaval, seria muito importante a refelexão sobre esse tema".

publicado por emtudoavontadedeus às 21:30
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

. logotipo sapo

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Preservativo é "arma de d...

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.contador de visitas

estatisticas gratis

. logotipo sapo