Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2012

O ex-reitor do maior templo episcopal dos Estados Unidos se converte e se tornará sacerdote.

ReligionenLibertad.com

É católico desde novembro. O ex-reitor do maior templo episcopal dos Estados Unidos se converte e se tornará sacerdote «Encontrei na Igreja o que há muito tempo estava buscando», reconhece Larry Gipson, de 70 anos.


Mar Velasco / ReL - 13 dezembro 2012 - religionenlibertad.com

«Dentro de 26 anos não haverá ninguém que frequente as liturgias e a comunidade episcopal»

Uma de cada três paróquias episcopais desaparecerá antes de cinco anos, forneceu um relatório.

Um bispo episcopal nos Estados Unidos casou o primeiro casal de «sacerdotisas» lésbicas

O Papa cria o Ordinariato Anglo-Católico dos Estados Unidos: 1.500 anglicanos pedem para entrar.
Foi durante doze anos deão da catedral de Birmingham (Alabama) e reitor na St. Martin Episcopal Church de Houston, onde contou entre seus paroquianos o ex-presidente Bush pai e sua esposa Bárbara. Porém no mês de novembro passado, o reverendo Larry Gipson foi aceito como católico no Ordinariato Pessoal da Cátedra de São Pedro, uma estrutura criada pelo Papa Bento XVI para aceitar ex-anglicanos na Igreja católica mantendo alguma de suas tradições, como p Livro de Oração Comum.

“Sem excluir as celebrações litúrgicas segundo o Rito Romanoo Ordinariato tem a faculdade de celebrar a Eucaristia e os demais sacramentos, a Liturgia das Horas e as demais ações litúrgicas segundo os livros litúrgicos próprios da tradição anglicana aprovados pela Santa Sé, com o objetivo de manter vivas no seio da Igreja católica as tradições espirituais, litúrgicas e pastorais da Comunhão anglicana, como dom precioso para alimentar a fé de seus membros e riqueza para compartilhar”, reza o decreto.

A questão da autoridade
O reverendo Gipson se encontra atualmente entre os 69 candidatos ao sacerdócio do Ordinariato e está realizando um curso de retiro e formação em Houston. “É um presente muito grande que um sacerdote da maior igreja episcopal dos Estados Unidos seja hoj católico”, assegura. “Foi a natureza da autoridade na Igreja Católica o que me atraio para ela”, explica. “Durante muito tempo minha grande preocupação foi a estrutura de autoridade da igreja episcopal, e quando me retirei seguia dando voltas: o verdadeiro problema anglicano é a falta de uma autoridade apostólica. E a proximidade à história da fé me levou a desejar formar parte da Igreja de Roma”, explica.

Muitos episcopais saíram da denominação por desacordo em questões como a consagração de bispos homossexuais ou a bênção das uniões do mesmo sexo, Gipson assegura que ele não está com raiva: “Eu não tenho direito de pedir à Igreja Anglicana que mude suas tradições para mim, sou eu que tem que fazer as mudanças”, sustenta.

Anglicanismo, uma doutrina à deriva
“O anglicanismo sempre tem sido relutante em definir a doutrina, porque existem nele facções opostas, e a doutrina se tornou tão turva que os fiéis podem ter crenças opostas e seguir sendo anglicanos”, afirma. “Estou muito agradecido à Igreja episcopal, passei toda minha vida nela, todos meus amigos e as pessoas que quero, estão ali. De nenhuma maneira vou falar mal dela ou me enraivecer. Simplesmente estou feliz porque encontrei o que há muitoo tempo estava buscando”. Gipson está feliz pela possibilidade de ser ordenado sacerdote católico.

No princípio deste ano obteve o título de doutor em teologia católica da St. Thomas University, que se soma ao seu mestrado na Universidade de Yale, e não perde ocasião de expressar sua ilusão por poder seguir exercendo o ministério: “Fui sacerdote episcopal durante 42 anos. Não posso imaginar minha vida sem ser sacerdote, estou ansioso por voltar ao trabalho sacerdotal, mas agora, finalmente, como católico”, reconhece.

Um sacerdote casado
Gipson, de 70 anos de idade, está casado com Mary Frances, e como tal, acolherá ao regime especial do ordinariato que admite como presbíteros homens casados, segundo os procedimentos desenvolvidos pelo papa João Paulo II para a recepção de sacerdotes anglicanos casados, que podem chegar a ser presbíteros mas não bispos. Tal como explicava o cardeal Bertone em uma entrevista, “mesmo aceitando sacerdotes anglicanos casados no ordinariato, o valor permanente do celibato será reafirmado, fazendo necessário que no futuro, os sacerdotes celibatários sejam a normalidade”.

Gostou desse artigo? Comente-o com teus amigos e conhecidos:
http://religionenlibertad.com/articulo.asp?idarticulo=26478

publicado por emtudoavontadedeus às 20:57
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

. logotipo sapo

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Himno de La Liturgia de l...

. O menino que conseguiu fa...

. Ou se está com Jesus, ou ...

. Há homens que dizem: se D...

. «Poderemos ficar no céu, ...

. Advertência da incompatib...

. A parte mais bonita, a pa...

. "A imensidade de Deus é a...

. Médico ao remover seus ov...

. A MELHOR CANÇÃO PARA DEUS...

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.contador de visitas

estatisticas gratis

. logotipo sapo