Quarta-feira, 21 de Março de 2012

Como é difícil viver nestes tempos! Talvez nós não estejamos cientes da hostilidade espiritual destes dias.

Viver nestes tempos

Como é difícil viver nestes tempos! Talvez nós não estejamos cientes da hostilidade espiritual destes dias, mas vivemos em um mundo que oferece-nos extravios em quase todas as vezes.

Nos séculos passados, viveu-se uma vida, em média, muito menos expostas ao pecado. As noites, por exemplo, começavam cedo: na escuridão se reuniam as famílias em suas casas e se uniam em um clima que estimulava a paz espiritual, o diálogo familiar e a reflexão.

A ausência de um nível de tecnologia permitia um diálogo mais freqüente e sereno, como a falta de bombardeio de notícias ao vivo hoje centrada nas pessoas em seu ambiente imediato e em suas vidas diárias.

Atualmente temos uma consciência do que acontece com a maioria das pessoas, enquanto que no passado só se sabia o que estava acontecendo na cidade ou no bairro em si, ou, no máximo, o que estava acontecendo no país, após vários meses de ocorrência do fatos.

A maioria das informações que recebemos hoje não nos traz nada além de aflição e de angústia, ainda ocupa um lugar muito grande e não permite-nos meditar sobre a essência da nossa vida, nós as absorvemos.

Quão difícil é encontrar a Deus quando tudo o que recebemos não tem nenhuma referência à vida espiritual. Isso mostra uma forte tendência a interpretar tudo o que acontece a partir de um ângulo humano, desprovido de Deus, tornando o homem o centro de tudo o que acontece.

É como uma poderosa força gravitacional que atrai tudo a si mesmo, onde falam de Deus ou Deus como uma sensação de ir contra a corrente. Crianças e jovens nas faculdades e universidades, homens e mulheres na sua atividade diária, tudo tende para uma vida desprovida de substância. Relata-se a necessidade de viver socialmente e "divertir-se", quase como um selo de felicidade, afastando-se da verdadeira busca do crescimento espiritual.

Por isso, é importante termos uma grande força de espírito, sabendo que não devemos ser atraídos ou enganados por estas propostas tão difundidas e humildemente aceitas pela maioria das pessoas.

No meio das trevas, a luz são pequenos exemplos de luta contra a corrente e essa luz leva-nos para a saída. Nós nunca saberemos em quem produz efeito uma palavra, um gesto que é muitas vezes incompreendido, porque vai contra o que "o mundo", diz ou sugere.

Mas não importa: é preciso fazer igual, não sejamos impaciente, temos que esperar, rezar, trabalhar e silênciar. Se os resultados são visíveis ou invisíveis para nós, se eles não produzem nenhum efeito ou não em nós, não somos nós que devemos vê-lo. Deus sabe tudo e vê tudo, ele sabe o que está em nossos corações.

O julgamento humano é quase sempre errado, exceto quando realizado a partir de um ponto de vista superior, espiritual. Por essa razão, não devemos julgar os outros, só trabalharmos com reta intenção e rezarmos por boas razões, clamando o tempo todo para fazer a Vontade de Deus, e não a nossa.

Viver neste mundo, sabendo que não somos deste mundo. Nosso destino é a realeza, reino, um reino que não é aqui, já que somos destinados para o Reino de Cristo. Oremos por nossa entrada na plenitude, a felicidade que apaga todo pensamento ou atitude inútil.

Vamos ser membros dignos da Igreja de Cristo, membros humildes de um todo que está destinado a triunfar e reinar.

Fonte: "Meditações" - www.reinadelcielo.org

publicado por emtudoavontadedeus às 16:51
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

. logotipo sapo

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Himno de La Liturgia de l...

. O menino que conseguiu fa...

. Ou se está com Jesus, ou ...

. Há homens que dizem: se D...

. «Poderemos ficar no céu, ...

. Advertência da incompatib...

. A parte mais bonita, a pa...

. "A imensidade de Deus é a...

. Médico ao remover seus ov...

. A MELHOR CANÇÃO PARA DEUS...

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.contador de visitas

estatisticas gratis

. logotipo sapo