Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

O Arcebispo local tomara medidas para avaliar a autenticidade do portentoso acontecimento, pedindo o parecer dos peritos eclesiásticos e de uma equipe médica.

 

Nossa Senhora das Lágrimas de Siracusa

Parte II

 

 

Na primeira parte deste artigo - publicada na edição anterior - foi narrada a lacrimação miraculosa ocorrida em Siracusa, na Sicília, num quadro de gesso representando o Coração Imaculado de Maria, pertencente ao humilde lar do casal Iannuso, em 1953

 

· Umberto Braccesi

 

 

A notícia do prodígio, como vimos na publicação anterior, correu célere e fez afluir devotos àquela cidade, tanto da Itália quanto do exterior. O Arcebispo local tomara medidas para avaliar a autenticidade do portentoso acontecimento, pedindo o parecer dos peritos eclesiásticos e de uma equipe médica.

 

 Um sacerdote salesiano, Dom Tomaselli, que acorreu ao local, fará as vezes de repórter, permitindo-nos retomar o ponto da matéria anterior…

 

* * *

 

"Há dezoito meses, o Sr. Vincenzo Aricò tinha perdido a visão e enxergava apenas umas sombras. Ele costumava ficar sentado junto à soleira da porta e para retornar ao interior da casa fazia-o às apalpadelas, apoiando-se na parede. Para ir de um lado ao outro de seu quarto precisava da ajuda de sua esposa. Ao chegar em Siracusa, para descer do carro teve de ser sustentado. Rezou na rua degli Orti e imediatamente ficou curado da vista. Eu quis interrogá-lo: ‘Como é que o Sr. recuperou a vista?’

 

- De repente! Mas eu tinha rezado e esta manhã, antes de vir aqui, recebi a Comunhão com minha mulher’.

 

"À tarde, ele veio passear comigo e, ao vê-lo caminhar com aquela serenidade, eu pensava: quem haveria de reconhecer neste homem o cego desta manhã?…

 

"Fui visitar o Sr. Caruso Giuseppe, morador na rua Zia Lisa 236. De seus próprios lábios tive conhecimento do seguinte: Quinze anos atrás, fiquei obrigado a usar o bastão para poder andar. Cinco anos depois, tive de recorrer a dois bastões. Tendo ouvido falar das curas realizadas por Nossa Senhora, fui de carro para Siracusa. Ali assisti à cura de um cego; a minha hora ainda não tinha chegado. À tarde voltei para Catânia. Enquanto descansava, senti uma forte aguilhoada no tórax; depois de um instante, senti outra. Pensei comigo: ‘Será que Nossa Senhora está querendo dar-me a graça? Quem me dera....’. E não prestei mais atenção no assunto.

 

"No dia seguinte, lá pelas onze da manhã, enquanto estava sentado no quarto, diante de uma cópia da imagem de Nossa Senhora das Lágrimas, ao notar que o pavio de cera estava com a chama muito fraca, pensei em acender a lamparina a óleo. Sem refletir sobre a minha incapacidade de locomover-me, fui para o outro quarto, apanhei a garrafa de óleo, acendi a lamparina e recoloquei a garrafa em seu lugar.

 

 Para fazer tudo isso eu não havia utilizado os bastões. Caí em mim e pensei: ‘Será que eu sarei?’ Comecei a passear sem algum apoio e dei uns gritos de alegria. Foi um dia de peregrinação em minha casa…Todos os que chegavam queriam ver-me caminhar e quando chegou a tarde já estava bem cansado. Eu tinha ido para Siracusa num sábado, e no sábado seguinte para lá voltei a fim de levar os meus bastões para Nossa Senhora".

 

 

publicado por emtudoavontadedeus às 15:22
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

O sacerdote acompanhou e presenciou tais e tantas graças ali concedidas, que resolveu escrever sobre esses fatos um livro.

 

O quadro do Imaculado Coração de Maria, cujas faces foram regadas pelas lágrimas

 

O prodigioso pranto prolongou-se, com intervalos irregulares, durante quatro dias. E, assim, puderam-se contar aos milhares as testemunhas provenientes de todas as categorias sociais e de várias nacionalidades, porque a imprensa local alardeara logo o ocorrido, atraindo imediatamente a atenção da imprensa italiana e, como um rastilho de pólvora, à estrangeira.

 

Ao mesmo tempo, cine-amadores de todo o mundo filmaram impressionantes seqüências da lacrimação, as quais hoje estão reunidas numa colossal coletânea realizada pelo Pe. Sbriglio, do PIME, aos cuidados técnicos da SONY.

 

Entrementes, o Arcebispo local, Mons. Ettore Baranzini, julgou melhor proibir momentaneamente os seus sacerdotes, religiosos e freiras de se aproximarem do local do prodígio.

 

Ademais, pediu orientações para dois peritos na matéria - o Cardeal Shuster e o Pe. Gemelli - além de incumbir pessoas de sua inteira confiança de reunirem todos os elementos (inclusive algumas testemunhas sob juramento) para a redação de um relatório fidedigno a ser enviado para o competente Tribunal Eclesiástico.

 

 Também devia fazer parte desse dossiê o parecer de uma conspícua comissão médica constituída de 14 membros, incluindo-se até o Dr. Michele Cassola, conhecido por seu agnosticismo religioso. O veredicto da mesma havia sido de que se tratava, efetivamente, de "lágrimas humanas".

... e operaram maravilhas

 

Naqueles dias, Don Giuseppe Tomaselli, um sacerdote salesiano de Catânia, cidade próxima de Siracusa, depois de ter dado pouca importância ao fato noticiado pelos jornais, mudou de idéia e resolveu ir pessoalmente ao local onde ocorriam aqueles portentos.

 

A imagem miraculosa já havia sido instalada na praça vizinha à rua degli Orti, para poder abarcar a multidão de peregrinos que vinham pedir - e quantos obtinham! - as curas da alma e do corpo.

 

O sacerdote acompanhou e presenciou tais e tantas graças ali concedidas, que resolveu escrever sobre esses fatos um livro bem detalhado ao qual deu o título História de Nossa Senhora das Lágrimas, que passou a ser uma das melhores obras de consulta sobre esse prodígio mariano.

 

Na próxima edição destacaremos alguns tocantes casos, por ele referidos, que dão uma idéia de como Nossa Senhora das Lágrimas mostrou a sua maternal compaixão por ocasião daquela comovente maravilha.

 

 

 

 

 

publicado por emtudoavontadedeus às 22:10
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Dos olhos da imagem estavam brotando duas grossas lágrimas, que foram seguidas de duas outras e de muitas outras mais.Lágrimas que foram analisadas e comprovadas.

Senhora das Lágrimas de Siracusa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parte I

 

Na década de 50, mensagem sem palavras, mas muito eloqüente, da Mãe de Deus

 

Umberto Braccesi

 

Palermo - Estamos no dia 23 de março do ano de 1953. Em Siracusa, encantadora cidade portuária ao sul da Sicília, num bairro conhecido pelas suas nefastas preferências pelo Partido Comunista, dois jovens esposos - Angelo Iannuso e Antonina Giusto - estabelecem sua moradia na rua chamada degli Orti.

 

A princípio, tudo parece correr feliz em sua vida conjugal. Mas a lua-de-mel passou depressa e algo de muito grave vem abalar a quietude daquele novo lar. Com efeito, a senhora Antonina passa a manifestar distúrbios de natureza neurológica, os quais, aliás, iriam complicar também sua gravidez, no seu sexto mês, bem como a vida do nascituro.

 

Os sintomas apresentados pela paciente eram crises convulsivas, perda da palavra, da capacidade visual e também da consciência. Um quadro patológico peculiar, que iria levantar muitas suspeitas e tornar ainda mais surpreendente e maravilhoso o que viria a ocorrer naquele 29 de agosto de 1953…

 

De fato, nesse dia, após o marido ter saído para trabalhar no campo, a senhora Antonina deitara-se ao final de mais uma de suas crises.

 

Eram 8h30 da manhã. De repente, os seus olhos foram atingidos por uma luz fulgurante e voltaram-se para o quadro de gesso de Nossa Senhora, representando o Coração Imaculado de Maria, que lhe haviam dado como presente de casamento e que estava pendurado na parede, à cabeceira da cama. Dos olhos da imagem estavam brotando duas grossas lágrimas, que foram seguidas de duas outras e de muitas outras mais.

 

Lágrimas analisadas, comprovadas, ...

 

Relicário que abriga as milagrosas lágrimas

 

De início, a jovem gestante imaginou estar tendo alguma alucinação, decorrente de seu estado de enfermidade. Porém, ao constatar que as lágrimas escorriam com intensidade e freqüência cada vez maiores, não tendo forças para levantar-se, chamou aos gritos os seus familiares: "Venham…Venham ver o quadro de Nossa Senhora que chora!". Então, os parentes acudiram, puderam ver a imagem em prantos e, diante daquele pungente fenômeno, puseram-se também eles a chorar…

 

Com a velocidade do relâmpago, a notícia correu por toda a rua degli Orti e alastrou-se através de todo o bairro de fama tristemente esquerdista, fazendo confluir uma multidão de curiosos e de fiéis que se apinhavam para constatar, com os próprios olhos, aquele extraordinário acontecimento. Mas não ficou apenas nisso: para a felicidade e comoção de todos, estando a lacrimação num fluxo ininterrupto, eles puderam embeber seus lenços e flocos de algodão para conservar as primeira relíquias daquela pungente cena.

 

Devido ao enorme afluxo de gente, o quadro do Imaculado Coração de Maria foi instalado na sacada da janela que dava para a rua. Ali, enquanto as faces da imagem continuavam sendo regadas por aquele precioso líquido, havia um ambiente sereno mas filial: ninguém gritava freneticamente anunciando o milagre, ninguém se agitava, ninguém se desencadeava em tempestades emotivas…

 

Analisando esse equilibrado comportamento social, o Professor Giuseppe Marino, neuro-psiquiatra de fama internacional e especialista em patologias nervosas, especialmente nas que se referem ao campo místico-religioso, declarou: "As ‘alucinações’ eram vistas concretizar-se numa realidade palpável, representada pela fluente cascata de pérolas que, como ficou demonstrado depois nos diversos laboratórios de análises clínicas, eram lágrimas nas quais notou-se a presença de água distilada, cloreto de sódio e partículas infinitesimais de substância protéica" – elementos que constituem uma lágrima humana.

 

... que repercutem em todo o mundo...

 

 

 

http://www.catolicismo.com.br/index.cfmNossa  

Fonte:

 

publicado por emtudoavontadedeus às 19:43
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

As manifestações milagrosas do Santo Cristo não foram as únicas relatadas, houve também muitas curas milagrosas.

 

Milagres de cura e reconhecimento oficial da Igreja

 

Vários relatórios médicos foram apresentados...

 

As manifestações milagrosas do Santo Cristo não foram as únicas relatadas, houve também muitas curas milagrosas. Em julho de 1920, houve mais de 1.000 curas certificadas pelos médicos. Muito poucas destas curas aconteceram em Limpias, mas quando os peregrinos regressavam a suas casas e se colocavam em contato com objetos que havia tocado o crucifixo.

 

O bispo de Santander, diocese à qual pertence Limpias, introduziu o processo canônico em 20 de julho de 1920. Um ano e um dia depois, foram dadas indulgências plenárias por um período de 7 anos a todos aqueles fiéis que visitassem o Santo Crucifixo.

 

O Núncio Papal visitou Limpias em setembro de 1921. Orou em frente ao crucifixo e o examinou de todos os ângulos. O núncio declarou ao clero e aos nativos que a imagem lhe havia causado uma impressão muito profunda, e congratulou-os por terem sido escolhidos para que o Mestre Se revelasse através dessa imagem em sua igreja.

 

Os fenômenos públicos cessaram de maneira total vários anos depois. Uma guerra nacional parecia que deixaria no esquecimento o Santo Cristo de Limpias, mas aquela devoção nascida do calor de eventos, ao que parece prodigiosos, ainda perdura... É surpreendente a existência em qualquer época, tanto de turistas como de peregrinações que continuam chegando atraídos pela fama dos prodígios e da formosura da Santa efígie.

 

Atualmente os padres paulinos estão encarregados da Paróquia/Santuário, tratando de seguir a linha de seus antecessores e dignos párocos do clero secular. Além da vida ordinária de uma paróquia, procura-se sempre fomentar o culto ao Santíssimo Cristo.

 

Todos estes depoimentos poderiam ser concluídos com um registro muito breve, redigido por um jornalista relatando os fatos acontecidos em sua presença: "Pude perceber movimentos no queixo, como se estivesse pronunciando poucas sílabas em Seus lábios. Fechei meus olhos fortemente e me perguntei: O que terá dito? A resposta não se fez esperar, do mais profundo de meu coração pude escutar claramente estas palavras tão significativas e ungidas: "AMA-ME".

 

 

É por esta razão que Nosso Senhor realizou tantas maravilhas diante dos olhos de crentes e não-crentes. Em Limpias Ele demonstrou a agonia de Sua morte e a magnitude de Seu amor por nós, não somente para evocar sentimentos de compaixão e arrependimento, mas também para pedir, ou melhor, suplicar que O amemos em resposta.

 

Em nossa peregrinação de Miami ao Santo Cristo de Limpias, experimentamos uma grande consciência do amor de Jesus e um desejo de responder a Ele com todo o coração."

 

(do original espanhol "El Santo Cristo de Limpias")

 

 

publicado por emtudoavontadedeus às 20:44
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 23 de Janeiro de 2011

O primeiro bispo a ser favorecido com a graça de poder presenciar as manifestações foi Dom Manuel Ruiz y Rodríguez, bispo de Cuba, que foi a Limpias após uma visita a Roma.

 

Peregrinações e mais testemunhos

 

 

Peregrinações de todos os lugares começaram a chegar à vila de Limpias. Jornais repletos de relatos detalhados sobre os acontecimentos em Limpias inundaram a imprensa de todos as regiões da Espanha e do exterior.

 

 No final de 1921, o número de peregrinos havia crescido de tal forma que o volume do tráfego de estrangeiros em Limpias superou a dos visitantes do Santuário de Lourdes. Príncipes, bem como dignitários da Igreja da Espanha, incluindo bispos e cardeais, visitaram o Santuário do Santíssimo Cristo da Agonia.

 

Também vieram arcebispos do México, Peru, Manila, Cuba e outros países. São muitos os registros que se encontram na sacristia da igreja de Limpias e que contêm 8.000 testemunhos de pessoas que atestam as manifestações. 2.500 destes testemunhos foram dados "sob juramento". Entre as testemunhas se encontravam membros de ordens religiosas, sacerdotes, médicos, advogados, professores, catedráticos, oficiais, vendedores, boiadeiros, não crentes e até ateus.

 

 

O primeiro bispo a ser favorecido com a graça de poder presenciar as manifestações foi Dom Manuel Ruiz y Rodríguez, bispo de Cuba, que foi a Limpias após uma visita a Roma. De volta a seu país escreveu uma carta pastoral a todos os membros de sua diocese na que expunha sem reservas tudo o que se relacionava ao crucifixo milagroso. Relatou como os olhos do Cristo se moviam de lado a lado e como o rosto, em dado instante, tomou uma expressão agonizante. Aqui começou a grande devoção que em Cuba se teve ao Cristo de Limpias.

 

Em 29 de julho de 1919, o Padre Celestino María de Pozuelo, monge capuchinho, visitou a paróquia de Limpias e escreveu um relato que incluía a seguinte declaração: "O rosto apresenta uma expressão viva de dor, o corpo descolorido como se houvesse recebido cruéis chicotadas e totalmente banhado de suor".

 

O Rev. Valentín Incio, de Gijón, conta que visitou Limpias em 4 de agosto de 1919. À sua chegada se uniu a um grupo de peregrinos que, nesse momento, estavam sendo testemunhas do milagre. Havia cerca de 30 a 40 pessoas, outros dois sacerdotes, 10 marinheiros e uma mulher que não parava de chorar.

 

 O Padre Incio escreveu:

 

. Dando testemunho sobre este relato estiveram 3 sacerdotes, os 10 marinheiros e a mulher.

"Ao chegar contemplei Nosso Senhor como se estivesse vivo; mais tarde Sua cabeça conservou Sua posição de costume e Seu contorno a expressão natural, mas Seus olhos estavam cheios de vida e olhavam em várias direções... Em certo momento, Seu olhar se centrou sobre os marinheiros a quem contemplou por muito tempo, logo olhou languidamente em direção da sacristia por algum tempo. Nesse instante ocorre o momento mais comovedor de todos: Jesus pousa Seu olhar sobre todos nós mas de uma forma tão doce, tão suave, tão expressiva, tão amorosa e divina, que todos ali presentes caímos de joelhos, choramos e adoramos a Cristo...

 

Nosso Senhor continuou movendo Seus olhos e pálpebras que brilhavam como se estivessem cheios de lágrimas, e moveu Seus lábios suavemente como se estivesse dizendo algo ou rezando. Ao mesmo tempo, a mulher que mencionei anteriormente estava ao meu lado e viu ao Mestre tratando de mover Seus braços, lutando por relaxá-los da Cruz"

 

Em 15 de setembro de 1919, 2 bispos acompanhados de 18 sacerdotes contaram o ocorrido ao prostrarem-se diante do crucifixo:

"Todos vimos o rosto do Santo Cristo entristecer-se ainda mais. Sua boca também estava mais aberta que o usual, Seus olhos se fixaram suavemente sobre os bispos e logo em direção à sacristia. Seus gestos simultaneamente tomaram a expressão como os de um homem que está lutando para sobreviver"

 

.

Em 24 de dezembro de 1919, em companhia de um grupo de pessoas, o padre confessor da Igreja do Pilar em Zaragoza, Dom Manual Cubi, viu o Santo Cristo na agonia da morte: "Nosso Senhor tratava de soltarse da Cruz com movimentos violentos e convulsivos, levantou Sua cabeça, moveu Seus olhos e fechou Sua boca.

 

Em alguns momentos pude ver Sua língua e dentes. Por aproximadamente meia hora Ele nos mostrou o quanto Lhe havia custado nossa salvação e quanto havia sofrido por nós no momento de Seu abandono na Cruz".

 

 

publicado por emtudoavontadedeus às 20:37
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

Cristo de Limpias: As pessoas ali presentes começaram a chorar, outros gritavam que haviam visto um milagre e outros caíram de joelhos pedindo a Deus por misericórdia.

 

 

No início do ano 1919 aconteceram as missões na Paróquia de Limpias.

 

 No último dia da missão, enquanto o sacerdote celebrava a Santa Missa, proferindo uma homilia baseada nas palavras de Prov. 23,26, outros dois sacerdotes se encontravam nos confessionários.

 

Uma menina de 12 anos entrou no confessionário e comunicou ao sacerdote que a imagem do Santo Cristo estava com os olhos fechados. O sacerdote, pensando que era fruto da imaginação da menina, ignorou o acontecimento. Terminada a homilia do sacerdote celebrante, este outro sacerdote se aproximou para notificar o que estava acontecendo.

 

 Ambos olharam para o crucifixo sem ver que algo não-usual acontecera. Simultaneamente, um dos fiéis que se encontrava na igreja gritou: "Olhem o crucifixo!" Em poucos minutos as pessoas confirmaram com entusiasmo o que as crianças haviam visto. As pessoas ali presentes começaram a chorar, outros gritavam que haviam visto um milagre e outros caíram de joelhos pedindo a Deus por misericórdia.

 

Para verificar o fenômeno, quando se conseguiu esvaziar o templo, o pároco subiu com uma escada de mão até a santa imagem tocando o rosto e o colo com um pano, e pôde comprovar que a imagem transpirava, confirmando o fato mostrando a todos ali presentes seus dedos umidecidos.

 

A segunda manifestação aconteceu em 13 de abril de 1919, no Domingo de Ramos, quando dois homens importantes de Limpias se aproximaram do altar duvidosos do que ali acontecia e considerando os fatos como histeria coletiva e alucinação.; ao aproximarem-se puderam ver os olhos e a boca do Cristo moverem-se. Simultaneamente caíram de joelhos pedindo perdão e clamando por misericórdia.

 

A terceira manifestação aconteceu em 20 de abril de 1919, no Domingo da Ressurreição, na presença de um grupo de irmãs religiosas da ordem das Filhas da Santa Cruz, que viram os olhos e a boca do Santo Cristo moverem-se enquanto rezavam o santo Rosário.

 

A partir de 14 de abril do mesmo ano, as manifestações se repetiram quase diariamente, e como era de se esperar a igreja se mantinha abarrotada de gente que desejava ver o milagre. Conta o Rev. Barón Von Kleist, sacerdote da vila que muitas eram as pessoas que testemunhavam que Nosso Senhor havia olhado para elas, a uns de forma sutil, a outros com certa tristeza, e inclusive a alguns com um olhar penetrante e de través.

 

Muitos viram lágrimas em Seus olhos, outros relatam ter visto gotas de sangue caírem das feridas produzidas pelos espinhos de Sua coroa. Foram muitas e variadas as manifestações que se relataram, desde ver a imagem do Cristo mover Seus olhos de lado a lado na hora da bênção e pousando Seu olhar cativante sobre toda a assembléia ali presente, até mover Sua cabeça coroada de espinhos e suspirar...

 

publicado por emtudoavontadedeus às 15:10
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

História do Cristo de Limpias: Pouco se sabe da origem desta preciosa imagem. Acredita-se que tenha sido venerada em Cádiz na igreja dos padres franciscanos.

História do Cristo de Limpias

 

 

Na rota Compostelana que passa pela província espanhola de Cantábria, está a Vila de Limpias, famosa pelo Santuário do Santíssimo Cristo da Agonia.

 

O nome de Limpias provém das águas térmicas que brotam em seu final e que eram conhecidas como Águas de Limpias. A vila é pequena mas tem uma bela igreja paroquial em honra de São Pedro.

 

No altar-mor se venera uma prodigiosa imagem do Cristo da Agonia. O crucifixo é uma meditação dos sofrimentos de Nosso Senhor que apresenta Jesus nos momentos finais de Sua agonia.

 

 A imagem de Cristo é em tamanho natural. Mede seis pés de altura e está colocada sobre uma cruz de 2m30cm de altura. Os braços parecem relaxados como os de um homem que os tivesse aberto sem esforço e os dedos indicador e médio em ambas as mãos estão estendidos como se estivessem dando a bênção final...

 

Pouco se sabe da origem desta preciosa imagem. Acredita-se que tenha sido venerada em Cádiz na igreja dos padres franciscanos e que quando esta foi derrubada por inundações, a imagem do Cristo passou ao oratório de Don Diego de la Piedra, cavaleiro professo da Ordem de Santiago. Contam que um maremoto ameaçou a cidade de Cádiz, o povo cristão levou em procissão as imagens mais veneradas da cidade, as águas se detiveram e começaram a retroceder somente ante a santa imagem do Cristo da Agonia. Diante do prodígio, o povo agradecido pediu que a imagem do Santo Cristo fosse deixada para veneração em alguma das igrejas de Cádiz. 

 

 

Don Diego faleceu no ano de 1755 não sem antes outorgar em seu testemunho diversas linhas nas que recorda sua vila natal de Limpias: "Mando assoalhar a paróquia de São Pedro de Limpias, custeando a decoração do altar mor e seu esplendor, colocando nele três imagens: a de Nosso Redentor agonizando na Cruz, a de Sua Mãe Santíssima e a do Evangelista São João..." Assim esta paróquia se converte no Santuário do Santíssimo Cristo da Agonia.

 

A partir do dia 30 de março de 1919, correu aos quatro ventos que em Limpias aconteciam eventos extraordinários. Diziam que a bela imagem do Santo Cristo movia os olhos, dando a sensação de um corpo vivo, que empalidecia, sangrava e suava. O nome de Limpias se tornou famoso e suas ruas foram visitadas por peregrinos provenientes de todas as partes do mundo.

 

O primeiro a ver o prodígio foi o Padre Antonio López, professor do Colégio São Vicente de Paula que estava na vila: "Um dia no mês de agosto de 1914, fui à igreja para instalar uma iluminação elétrica no altar-mor. Encontrava-me sozinho na igreja, em uma escada apoiada sobre um andaime improvisado sobre a parede que serve de cenário para a imagem do Cristo Crucificado, e depois de duas horas de trabalho comecei a limpar a imagem para que esta pudesse ser vista mais claramente.

 

 Minha cabeça estava no mesmo nível da do Cristo, a pouco menos de dois pés de distância; fazia um dia muito bonito e pela janela atravessavam raios de luz que iluminavam completamente o altar, sem notar a menor anormalidade e depois de um longo tempo de trabalho, detive minha vista nos olhos da imagem e observei que estavam fechados. Por vários minutos eu vi com toda clareza de modo que duvidei se habitualmente eles eram abertos. Não podia acreditar no que meus olhos viam, comecei a sentir que me faltavam as forças; perdi o equilíbrio, desmaiei e caí da escada do andaime até o chão, levando um grande tombo.

 

Ao recobrar os sentidos, pude confirmar de onde estava que os olhos da imagem do crucifixo permaneciam fechados... Saí rapidamente da igreja contando o fato a minha comunidade. Minutos depois de sair da igreja, encontrei-me com o sacristão que se dispunha a tocar os sinos para o Ângelus. Ao me ver tão agitado me perguntou se estava me acontecendo algo. Relatei a ele todo o ocorrido e ele não se surpreendeu, pois já havia escutado que o Cristo havia fechado seus olhos em mais de uma ocasião".

 

Pensando que o movimento que havia visto nos olhos se devia a algum tipo de mecanismo, o sacerdote professor diminuiu a importância da visão e se incumbiu de examinar a imagem minuciosamente. Pôde confirmar que esta não possui nenhum mecanismo e que seus olhos estão tão firmemente fixos, que nem o pressioná-los fortemente pôde fazer com que se movessem. Isto foi comprovado mais de uma vez.

 

A pedido de seus superiores, o Padre Antonio escreveu o relato de todo o acontecido, mantendo prudência por ordem de seu diretor espiritual. Somente no dia 16 de março de 1920, um ano depois dos tantos milagres de 1919 é que esta declaração se tornou pública.

 

 

Seu rosto tem uma expressão indescritível, de uma particular beleza: olha para o céu e, segundo o ângulo de onde se veja, a expressão é diferente, não somente de dor, mas de oração e contemplação ao Pai. Colocadas dos lados de Cristo estão outras duas imagens: a Virgem Mãe Dolorosa e São João Evangelista.

 

publicado por emtudoavontadedeus às 18:55
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

LA SALETTE: Os governantes civis terão todos um mesmo desígnio, que será de abolir e fazer desaparecer todos religiosos, para dar lugar ao materialismo, ao ateísmo, ao espiritismo, e a toda espécie de vícios.

 

A SENHORA FALA SOBRE A III GUERRA MUNDIAL:

 

"PARIS SERÁ QUEIMADA... A TERRA SE TORNARÁ COMO UM DESERTO... DEPOIS DA GUERRA A IGREJA SERÁ HUMILDE, POBRE E FORTE: O EVANGELHO SERÁ PREGADO NO MUNDO TODO".

 

O Santo Padre sofrerá bastante; eu estarei com ele no fim para receber seu sacrifício. Os malévolos atentarão várias vezes contra sua vida sem poder impedir seus dias. Mas nem ele, nem seu sucessor, que não reinará por longo tempo, verão o triunfo da Igreja de Deus [refere-se ao papa João Paulo II e seu sucessor, conforme se vê na revelação do 3. Segredo de Fátima]..

 

 Os governantes civis terão todos um mesmo desígnio, que será de abolir e fazer desaparecer todos os príncipes religiosos, para dar lugar ao materialismo, ao ateísmo, ao espiritismo, e a toda espécie de vícios.

 

No ano de 1865 ver-se-á abominação nos lugares santos, nos conventos, as flores da Igreja estarão corrompidas e o demônio se fará passar como o rei dos corações. Que aqueles que estão à testa das comunidades religiosas tomem cuidado com as pessoas que eles devem receber, porque o demônio usará de toda sua malícia para introduzir nas Ordens religiosas pessoas habituadas ao pecado; pois as desordens e o amor aos prazeres carnais estarão espalhados por toda a Terra.

 

A França, a Itália, a Espanha e a Inglaterra estarão em guerra. O sangue correrá pelas ruas. Os franceses lutarão contra os franceses, os italianos contra os italianos; em seguida haverá uma guerra geral que será espantosa. Por um tempo Deus não se lembrará mais da França nem da Itália, porque o Evangelho de Jesus Cristo não é mais conhecido. Os malvados defraudarão toda a sua malícia. Farão assassinatos, se massacrará mutuamente até dentro das casas.

 

No primeiro golpe de sua espada fulminante, as montanhas e a natureza inteira tremerão de assombro, porque as desordens e os crimes dos homens traspassarão a abóbada dos céus. Paris será queimada e Marselha tragada pelo mar. Vedes o Sena, quantas pessoas nele se atirarão; a maioria virá lançar-se desvairadamente, fugindo ao fogo que estará como que suspenso sobre a cidade.

 

 Haverá quarteirões em que o fogo do céu estará como que suspenso acima das casas, mas não destruirá nada, enquanto em outros, até as pedras se tornarão em pó. Muitas grandes cidades serão abaladas e engolidas pelos tremores de terra. Crer-se-á que tudo estará perdido, não se verão senão homicidas, não se ouvirá senão barulho de armas e blasfêmias.

 

Os justos sofrerão muito. Suas preces, suas penitências e suas lágrimas subirão até o céu e todo o povo de Deus pedirá perdão e misericórdia, e pedirá minha ajuda e minha intercessão. Então Jesus Cristo, por um ato de sua justiça e de sua grande misericórdia pelos justos, comandará seus anjos até que todos os seus inimigos sejam postos à morte.

 

Todos de uma vez, os perseguidores da Igreja de Jesus Cristo e todos os homens entregues ao pecado perecerão, e a terra se tornará como um deserto. Então se fará a paz, a reconciliação de Deus com os homens.

 

Jesus Cristo será servido, adorado, glorificado, a caridade reflorescerá por toda parte, os novos reis serão o braço direito da Santa Igreja, que será forte, humilde, piedosa, pobre, zelosa e imitadora das virtudes de Jesus Cristo.

 

O Evangelho será pregado por toda parte, e os homens farão grandes progressos na fé, porque haverá unidade entre os obreiros de Jesus Cristo, e que os homens viverão no temor de Deus.

 

publicado por emtudoavontadedeus às 23:55
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

SEGREDOS DE LA SALETTE: A santa fé de Deus sendo esquecida, cada indivíduo virá guiar-se por si mesmo.

 

 

Que o papa tome precaução contra os fazedores de milagres, pois tempos virão que os prodígios os mais espantosos terão lugar sobre a terra e o ar.

 

No ano de 1864 [data codificada], Lúcifer com um grande número de demônios serão soltos do inferno. Eles abolirão a fé pouco a pouco, mesmo entre as pessoas consagradas a Deus; acontecerá de tal maneira que, exceto por uma graça particular, essas pessoas tomarão o espírito de seus maus anjos: muitas casas religiosas perderão completamente a fé e muitas almas se perderão.

 

 Os maus livros abundarão sobre a terra e os espíritos das trevas espalharão por todos os lugares um relaxamento universal em tudo aquilo que diz respeito ao serviço de Deus.

 

Eles terão um imenso poder sobre a natureza. Haverá igrejas para servir a esses espíritos. Haverá por toda parte prodígios extraordinários, porque a verdadeira fé terá se extinguido e a falsa luz alumia o mundo.

 

Ai dos príncipes da Igreja que se dedicarão unicamente a amontoar riquezas sobre riquezas, por a salvo sua autoridade a dominar com orgulho! As pessoas serão transportadas de um lugar para o outro por esses espíritos malvados.

 

 E mesmos os padres - porque eles não estarão sendo conduzidos pelo bom espírito do evangelho, que é um espírito de humildade, de caridade e de zelo pela glória de Deus. Poder-se-á ressuscitar os mortos e os justos (quer dizer que estes mortos tomarão a aparência de almas justas que haviam vivido sobre a terra, a fim de melhor seduzir os homens.

 

Esses pretensos mortos ressuscitados, que não serão outra coisa senão demônios sob estas aparências, pregarão um evangelho contrário àquele do verdadeiro Cristo Jesus, negando a existência do céu), seja ainda as almas dos condenados. O Vicário de meu Filho terá que sofrer muito, porque por um tempo a Igreja será entregue a grandes perseguições.

 

Estes serão os tempos das trevas, a Igreja terá uma crise horrenda. A santa fé de Deus sendo esquecida, cada indivíduo virá guiar-se por si mesmo, e será superior a seus semelhantes. Serão abolidos os poderes civis e eclesiásticos; toda ordem e toda justiça serão calcadas aos pés; não se verão senão homicidas, ódios, ciúmes, invejas, mentiras e discórdias, sem amor pela pátria nem pela família.

 

 

publicado por emtudoavontadedeus às 17:15
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

SEGREDOS DE LA SALETTE "ERA UMA SENHORA VESTIDA DO SOL"

 

SEGREDOS DE LA SALETTE

 

"Mélanie, isto que eu vou te dizer agora não será sempre um segredo. Vós podeis publicar em 1858. Os sacerdotes, ministros de meu Filho, por sua má vida, por suas irreverências e impiedade ao celebrar os santos mistérios, por seu amor ao dinheiro, às honras e as prazeres, se convertem em cloacas de impureza, se os sacerdotes pedem vingança e a vingança pende sobre suas cabeças.

 

Ai dos sacerdotes e pessoas consagradas a Deus que por suas infidelidades e má vida crucificam de novo a meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus clamam ao Céu e pedem vingança, e eis aqui que a vingança está às portas, pois já não se encontra nada que implore misericórdia e perdão para o povo; já não há almas generosas nem pessoa digna de oferecer a vítima sem mancha ao Eterno a favor do mundo.

 

"ERA UMA SENHORA VESTIDA DO SOL"

 

Deus vai golpear de uma maneira sem igual. Desgraça aos habitantes da Terra! Deus vai derramar toda a sua cólera e pessoa alguma poderá se subtrair a tantos males juntos. Os chefes, os condutores do povo de Deus negligenciaram a prece e a penitência, e o demônio obscureceu suas inteligências, se converteram em estrelas errantes que o velho diabo arrastará com sua cauda para fazê-los perecer.

 

Deus permitirá à velha serpente que coloque divisões entre os governantes, em todas as sociedades e em todas as famílias. Então se sofrerá de penas físicas e morais; Deus abandonará os homens a eles mesmos, e enviará castigos que se sucederão por mais de 35 anos. A sociedade está às vésperas dos flagelos os mais terríveis e dos maiores acontecimentos; deve-se esperar ser governado por uma vara de ferro e a beber o cálice da cólera de Deus.

 

Que o Vicário de meu Filho, o soberano pontífice Pio IX, não saia mais de Roma depois do ano de 1859, mas que ele seja firme e generoso. Que ele combata com as armas da fé e do amor. Eu estarei com ele. Que se desconfie de Napoleão [Napoleão III]. Seu coração é duplo. E quando ele vier a ser de uma vez papa e imperador, bem depressa Deus se afastará dele.

 

Ele é esta águia que, querendo sempre se elevar, tombará sobre a espada da qual ele queria se servir para obrigar os povos a enaltecê-lo. A Itália será punida por sua ambição em querendo sacudir o jugo do Senhor dos senhores. Também ela será entregue a guerra. O sangue correrá de todos os lados.

 

As igrejas serão fechadas ou profanadas. Os padres, os religiosos serão perseguidos; serão postos à morte e morrerão de morte cruel. Vários abandonarão a fé e o número de padres e religiosos que se separarão da verdadeira religião será grande. Entre estas pessoas serão encontrados até mesmo os bispos!

 

publicado por emtudoavontadedeus às 19:41
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

. logotipo sapo

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Himno de La Liturgia de l...

. O menino que conseguiu fa...

. Ou se está com Jesus, ou ...

. Há homens que dizem: se D...

. «Poderemos ficar no céu, ...

. Advertência da incompatib...

. A parte mais bonita, a pa...

. "A imensidade de Deus é a...

. Médico ao remover seus ov...

. A MELHOR CANÇÃO PARA DEUS...

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.contador de visitas

estatisticas gratis

. logotipo sapo